Cachorro com febre: como medir e o que fazer?

Um cachorro com febre merece toda a atenção de seus tutores, uma vez que problemas mais sérios podem estar por trás desse sintoma.

Diferente dos humanos, não é possível verificar a febre de um cão avaliando a temperatura externa, através do tato junto ao corpo.

Os cachorros possuem temperatura corporal mais elevada do que os humanos, portanto, a descoberta da febre é perceptível somente através do seu comportamento, quando demonstra que está doente ou com a utilização de um termômetro.

É importante lembrar que a febre é um sintoma que demonstra que o animal deva estar com alguma infecção ou inflamação no organismo, portanto, o assunto é sério.

Nesse post vamos apresentar o que fazer quando perceber seu cachorro com febre. Continue lendo e saiba mais sobre o assunto!

Cachorro tem febre?

Muitas pessoas se perguntam se é possível cachorro ter febre e a resposta é positiva.

Os cães, diferentes dos seres humanos, têm uma temperatura do corpo diferenciada, que oscila entre 38,5 e 39,5 °C.

A febre nos cachorros é caracterizada quando a sua temperatura está acima de 40 °C. 

Isso significa que o organismo do peludo está combatendo uma inflamação ou infecção que precisa ser tratada imediatamente. Portanto, é importante que providências sejam tomadas, pois, se não for verificada a situação os problemas podem se agravar.

O cão normalmente modifica muito o seu comportamento quando algo o está incomodando, portanto, é importante estar sempre atento.

O que fazer com um cachorro com febre?

A partir da aparente detecção da febre, algumas providências precisam ser tomadas com urgência para que o problema não se torne algo mais sério e de difícil solução.

Para isso é necessário:

Medir a febre

A primeira providência a ser tomada é a verificação da temperatura do cachorro, ou seja, medir a sua febre.

Isso pode ser feito através do termômetro anal ou os desenvolvidos especialmente para os cães.

Se você não possuir um termômetro especial para cães, que mede a sua temperatura através do canal auricular (ouvido) ou os digitais, pode utilizar os disponíveis nas farmácias e que são utilizados nos humanos.

Nesse caso o termômetro deverá ser introduzido no ânus do cachorro aguardando 2 minutos para a avaliação da temperatura.

Verificar outros sintomas

Caso você não possua termômetro e não tenha como conseguir um é importante observar o comportamento do animal.

Observe se o cão está:

  • cansado e sem energia,
  • com o focinho seco e quente,
  • com os olhos lacrimejantes ou embaçados,
  • sem apetite,
  • apático,
  • tremendo.

Caso algum desses sintomas esteja ocorrendo as possibilidades dele estar com febre são bastante altas.

Levar no veterinário

A visita ao veterinário é a melhor atitude a ser tomada para tratar de um cachorro com febre. 

Um especialista poderá rapidamente identificar o problema e oferecer o tratamento indicado para a melhora do seu peludo.

Não tente resolver sozinho em casa esta situação, pois alguns casos podem ser fatais, uma vez que o problema não é exatamente a febre e sim aquilo que está ocorrendo para que o organismo reaja desta maneira.

Na maioria das vezes é necessário tomar algum medicamento e um tratamento até que o problema seja combatido e eliminado.

Agora que você já sabe o que fazer com cachorro com febre continue conosco e saiba mais sobre gripe canina: como proteger seu amigo.