Às vezes, perceber um cachorro ofegante dá um certo medo no tutor por não saber até que ponto a situação é normal. 

Assim como nos humanos, a respiração acelerada nos animais pode acontecer por vários motivos. 

Por exemplo, quando você leva o seu pet para passear e ele corre, esse cansaço físico e a excitação do momento podem causar uma aceleração da respiração dele. 

No entanto, ela pode ocorrer por alguma condição física, como sobrepeso, por algum problema de saúde e até mesmo emocional.

Por isso, é preciso ficar atento!

Neste post você vai saber quando é normal a respiração ofegante e em quais situações é preciso buscar ajuda. Continue a leitura!

O que pode deixar o cachorro ofegante?

Muitas vezes cachorro ofegante está dando sinal de cansaço, excitação e até mesmo alegria extrema.

Essa desaceleração na respiração é mais comum nas raças braquicefálicas, que estão mais vulneráveis à falta de ar. 

Porém, existem outras situações em que também se observa alterações na frequência respiratória. 

As mais comuns são:

Calor 

Ao perceber seu.dog respirando de forma mais acelerada, pode ser que ele esteja sentindo muito calor. 

Ou seja, a respiração ofegante é um processo natural do animal para regular a temperatura corporal. 

Por isso, que muitas vezes nos dias de calor intenso de verão, observamos nossos dogs com língua para fora e respirando de modo mais acelerado.  

Dor

Algumas vezes, a respiração descompassada pode ser um sinal de que seu pet esteja com dor. 

Geralmente quando isso acontece, vem acompanhada de:

  • falta de apetite,
  • apatia. 

Nesse caso, ele pode estar com lesões, fraturas, hérnia de disco ou outra dor e o ideal é que você toque o corpo dele delicadamente, para tentar identificar onde é.

Lembrando que quando ele está com dor, é normal ver o cachorro chorando também. 

Doenças

Assim como nos humanos, algumas doenças ou problemas de saúde podem causar a falta de ar no pet.

Entre eles estão:

  • colapso de traqueia,
  • problemas respiratórios, como asma, bronquite, pneumonia,
  • doenças associadas a problemas cardíacos.

Outro ponto importante é que ele pode respirar mais rapidamente diante de uma situação de medo, muitas vezes acompanhada de tremores. 

Alguns cães podem apresentar essas alterações diante de um envenenamento, sem contar que o excesso de peso também pode levá-lo a ter uma respiração mais acelerada. 

Quando é preciso se preocupar com o cachorro ofegante?

Quando o seu.dog estiver ofegante por causa de cansaço ou alegria extrema, ele vai se apresentar: 

  • com a língua para fora
  • pescoço esticado,
  • algumas vezes ele pode apresentar tosse. 

Nessa hora, o ideal é deixá-lo quieto e relaxado para que ele não fique mais agitado e venha piorar o quadro.

Geralmente, a situação volta ao normal em poucos minutos. 

No entanto, existem alguns detalhes importantes que devem ser observados pelos donos para evitar danos mais sérios à saúde do cão. 

São eles: 

Verifique a cor da língua

Observe a língua dele. 

Se ela estiver com uma cor arroxeada, é sinal de que ele está com falta de oxigenação no sangue e precisa ser socorrido. 

Nessa hora, leve-o imediatamente para o veterinário.

Identifique outros sinais 

Se o animal desmaiar, também deve ser levado o mais breve para ser medicado. 

Além disso, é importante ficar atento se ele apresenta:

  • febre
  • vômitos, 
  • tremores, 
  • apatia, 
  • etc. 

Percebendo qualquer outro sintoma, o ideal é consultar o veterinário.

Agora que você sabe porque algumas vezes seu cachorro fica ofegante e como reagir a isso, quando necessário, que tal continuar no blog e saber mais sobre cachorros braquicefálicos: raças e cuidados?