4 doenças de cachorro em humanos: confira quais são as possíveis transmissões

A convivência e o contato diário com um bichinho de estimação é tudo de bom, mas, como cuidar das possíveis transmissões das doenças de cachorro em humanos?

Todo animal, quando não recebe os devidos cuidados de higiene, fica muito vulnerável às bactérias, vírus e parasitas.

Esses agentes uma vez instalados podem causar problemas na saúde dos animais e das pessoas ao redor. 

Continue lendo o nosso post e conheça 4 doenças que cães podem transmitir para gente. 

Existem doenças de cachorro em humanos? 

É importante ressaltar que não existe uma enfermidade específica canina que seja transmissível ao ser humano. 

O que existe são as chamadas zoonoses.

A Organização Mundial de Saúde define zoonose como doenças ou infecções naturalmente transmissíveis entre animais vertebrados e seres humanos.

É importante frisar que para o animal transmitir primeiro ele precisa ter tido contato com um agente transmissor e se contaminado. 

Alguns desses agentes são:

  • pulga, 
  • carrapato, 
  • protozoários,
  • ácaros, 
  • fungos, 
  • vermes,
  • muitos outros.

Esses agentes são causadores de algumas enfermidades humanas. 

Quais são as doenças que os cachorros podem transmitir para os humanos?

A giárdia é uma das doenças de cachorro em humanos, visto que uma vez contaminado pelo protozoário causador, o animal pode transmiti-la. 

Além dessa, outras possíveis transmissões são:

Micose

De forma geral, a micose é considerada uma lesão na pele originada a partir de um fungo. 

Os animais são bem vulneráveis a esse tipo de problema, principalmente na hora dos passeios que ficam mais em contato com as áreas externas e com outros animais. 

A sarna é uma das mais comuns doenças de cachorro em humanos que é causada por ácaros que são facilmente transmitidos. 

Doença de Lyme

A Doença de Lyme é causada pela bactéria Borrelia burgdorferi que é transmitida pelo carrapato. 

Geralmente ela causa dores e inflamações nas articulações, fazendo com que algumas vezes o animal manque e deseje ficar a maior parte do tempo quieto ou deitado. 

O contágio se dá pelo contato com o agente transmissor e nas pessoas pode apresentar lesões na pele e sintomas semelhantes ao de uma gripe. 

Raiva

A raiva é causada pelo vírus Lyssavirus, que infelizmente é letal para o animal e é uma das doenças de cachorro em humano.

O contágio se dá por meio da saliva contida nas mordidas, lambidas ou arranhões. 

Leptospirose

A leptospirose é uma das mais graves zoonose e é transmitida através da bactéria Leptospira que infecta vários animais e o homem. 

Ela fica presente na urina, água e na alimentação do animal contaminado. 

Sua transmissão se dá a partir do contato dessas substâncias com a pele e seus sintomas incluem:

  • febre,
  • dor de cabeça,
  • dor muscular, principalmente nas panturrilhas,
  • falta de apetite,
  • náuseas/vômitos.

Como prevenir as transmissões?

As doenças de cachorro em humanos podem ser evitadas com atitudes simples por parte dos tutores.

Um dos cuidados é a higiene do cão que envolve:

  • tosa dos pelos,
  • higienização das patas na volta dos passeios,
  • higiene bucal,
  • banhos periódicos.

Outro ponto importante é manter a caderneta de vacinação rigorosamente em dia e conversar com o veterinário para administração de antivermes.

Agora que você sabe quais são as doenças de cachorro em humanos, que tal descobrir quais são as vacinas que previnem seu cachorro de ficar doente e você também?!