Os perigos do jardim estão escondidos por trás de lindas flores, belas decorações e um ambiente que parece ser completamente inofensivo para o seu cão.

Infelizmente, a beleza do ambiente não significa segurança e os cães são especialistas em farejar e petiscar tudo o que aparece pela frente.

Portanto, aquele belo espaço verde pode estar carregado de armadilhas e problemas para o seu cachorro, caso ele resolva ter contato e apreciar os diversos sabores que encontrará pelo ambiente.

Os cuidados precisam ser tomados para evitar uma série de problemas que apresentamos no decorrer desse post. Continue lendo e conheça os perigos do jardim e o que fazer para evitar essa situação!

Quais são os principais perigos do jardim para cachorro?

Os cachorros são normalmente muito curiosos e gostam de fuçar e conhecer cada canto do local onde foram soltos.

Se por um lado isso demonstra energia e alegria em explorar novos espaços, também pode não ser seguro, uma vez que os perigos do jardim existem e podem causar sérios problemas aos nossos amigos.

Dentre os detalhes que precisam ser verificados e avaliados rotineiramente para permitir ou não o passeio do seu cão pelo ambiente estão:

Plantas

Algumas plantas são prejudiciais à saúde dos cães devido à toxicidade, por isso, elas não podem ser ingeridas, já que podem causar problemas. 

O simples contato com a pele pode provocar alergias e intoxicar o seu dog. 

Dentre as mais comuns encontradas nos jardins e que precisam ser evitadas estão:

  • arruda,
  • comigo-ninguém-pode,
  • espada de são jorge,
  • jasmim,
  • lírios.

Fertilizantes e agrotóxicos

Muitas pessoas utilizam fertilizantes para o desenvolvimento das plantas e agrotóxicos para eliminar as pragas e doenças que as ameaçam.

Alguns desses produtos possuem formatos granulados, parecidos com os da ração, o que é um convite para que os cães venham a experimentá-los.

Além disso, muitos produtos químicos podem causar sérios problemas, bastando tão somente o contato físico com as plantas ou o solo onde foram aplicados.

Insetos

O jardim também é um verdadeiro zoológico com relação aos insetos, onde alguns deles podem também causar danos ao seu queridão.

Além de pulgas e carrapatos, podem-se encontrar nos jardins:

  • lesmas,
  • formigas,
  • aranhas,
  • moscas,
  • abelhas,
  • vespas.

O contato com alguns deles pode causar coceira, alergias, desconfortos e dor ao seu cachorro, portanto, é bom tomar cuidados com relação a esse assunto.

Piscinas

Por último e muito perigoso, são as piscinas que, em muitas casas, não possuem nenhuma proteção para o acesso.

Acidentes podem acontecer, portanto, todo cuidado precisa ser tomado para que o seu cão não se aventure nas proximidades desse ambiente que, sem dúvida, é o que apresenta maiores riscos dentre os perigos do jardim.

Como deixar o jardim seguro para meu pet?

Para que você possa ficar tranquilo e sem preocupações com o jardim, é importante que algumas medidas sejam tomadas, evitando consequências desagradáveis com o seu cão.

A ideia de impedir que ele brinque e se divirta no quintal não é a melhor escolha, portanto, tome as seguintes precauções e providências:

Não tenha plantas que possam intoxicar ou criar problemas para o seu cachorro no jardim, substitua por outras que são inofensivas como:

  • violetas,
  • suculentas,
  • cacto zebra,
  • pilea,
  • samambaias,
  • girassol,
  • orquídeas.

Com relação aos fertilizantes, opte por aqueles que são naturais e que não possuem toxicidade, evitando problemas para o seu dog.

Os insetos podem ser combatidos através de venenos que não façam mal aos cães e às pessoas. Converse com seu jardineiro, valide com o veterinário e verifique as possibilidades existentes.

Finalmente, se você tiver uma piscina no jardim, a solução está em cercá-la de maneira a evitar o acesso do seu cão e das crianças ao ambiente.

O que você não pode fazer é impedir que o seu cachorro se divirta e deixe de aproveitar as vantagens que esse ambiente pode oferecer.

Agora que você já conhece os perigos do jardim, continue conosco e leia nosso post que apresenta: cachorro cavando terra: como parar?