5 razões para não deixar de levar seu pet no dentista

Você sabia que é recomendado levar seu pet no dentista? Isso ocorre, pois eles possuem problemas de saúde assim como nós, seres humanos. 

Eles são os queridinhos dos donos e, por isso, vê-los é de partir o coração.

Cães e gatos são totalmente dependentes no quesito saúde. Se estão com dor ou alguma dificuldade, são incapazes de tomar alguma ação. Sua reação mais comum é a mudança de comportamento.

Por isso, levar em consultas de rotina ou caso ele apresente algum comportamento diferente é importante para o bem-estar e saúde do seu cachorro ou gato. 

Porém na maioria das vezes a saúde do animal é negligenciada, principalmente a saúde bucal, e em alguns casos ela é tratada de forma incorreta, desencadeando mais problemas. 

O que muita gente não sabe é que uma complicação na dentição pode levar o seu animal a adquirir outros inúmeros distúrbios. Continue lendo e saiba por que levar seu pet no dentista!

Por que levar seu pet no dentista?

Confira as principais razões para levar seu pet no dentista!

1. Somos parecidos

Assim como os seres humanos, os pets também possuem dente leite. E quando chegam a uma certa idade, esses dentes são trocados pelos permanentes.

Além disso, os pets também apresentam problemas semelhantes, como dentes quebrados, dentes desalinhados, tumores na boca, entre outros.

Muitos donos de pet acreditam que o único problema é o tártaro, mas existem muitas outras disfunções que são semelhantes às nossas, seres humanos, e que precisam ser tratadas por um especialista.

2. Sintomas e sinais

Muitos dos sintomas de que há algo errado na dentição passam despercebidos por seus donos. 

Existem alguns sinais que são mais comuns e que devem ser observados, são eles: gengivas inflamadas, mau hálito, sangramento, acúmulo de tártaro, perda de dentes e dificuldade para mastigar.

Mas alguns problemas não apresentam grandes sinais, apenas o mau hálito já pode indicar que algo não vai bem na dentição do seu pet e que está na hora de procurar um especialista.

3. A vida do seu pet em risco por causa de problemas bucais

Problemas de saúde bucal em pets NÃO devem ser negligenciados. O que precisa ser compreendido é que, além do desconforto, isso pode causar outras doenças em cães e gatos.

Por isso, caso seu animal apresente algum dos sintomas anteriores ou estejam com mau hálito, não procure por um produto que vá amenizar o odor.

Leve-o no dentista para investigar o que está causando isso.

Seja sempre desconfiado e atento, pois quando não há o tratamento adequado, pode custar a vida do seu pet.

4. O especialista

Por muito tempo, esse tipo de tratamento era feito pelo próprio cirurgião geral. Mas graças ao avanço da tecnologia, foi possível criar aparelhagem e técnicas específicas que permitiram o desenvolvimento desta área.

Hoje, já é possível encontrar cursos de especialização, além de se encontrar facilmente clínicas e consultórios especializados em odontologia animal.

5. Tratamentos

Da mesma forma que esses animais sofrem com problemas parecidos com os nossos, hoje já existem procedimentos parecidos, desde aqueles com objetivo de corrigir até mesmo os estéticos.

Implante dentário

Pode parecer estranho dizer que irá fazer um implante no seu bicho de estimação, mas seja por estética ou por tratamento, hoje já é possível fazer implantes.

Os implantes dentários nos pets possuem o mesmo objetivo dos implantes para seres humanos. É um procedimento com o intuito de trocar uma peça dentária perdida ou danificada.

Deve ser esclarecido que a implantação de partes artificiais não causam dores no animal, pois o procedimento é feito sob anestesia geral. Isso significa que todo o processo é feito de forma segura e promovendo o bem-estar do animal.

Esse procedimento só é indicado quando há dificuldades para mastigação e para os que não estão em uma idade avança, pois é arriscado. 

O único, porém é quanto custa um implante dentário em um pet. A maioria das clínicas não expõe os valores, justamente para não assustar quem precisará passar por isso. 

Infelizmente, esse não é um procedimento muito acessível, mas vale a pena quando pensamos no bem-estar do animal e como isso aumentará a qualidade de vida dele. 

Aparelhos ortodônticos

Sim, já existem aparelhos ortodonticos para animais. Porém, além da estética, ele é indicado para animais com problemas de mastigação. 

Esse tratamento é feito em um período menor em relação aos seres humanos, mas possuem grande efetividade nos resultados.

Clareamento dentário

O clareamento dentário é um procedimento totalmente estético, mas que possui clientela no mercado luxuoso dos pet. Hoje, já é possível fazer um clareamento dental com moldeira adaptável. 

Uma graça, não é?

Mas há uma questão: existem diversas receitas na internet que em maioria não são seguras. O indicado é que você leve seu pet ao dentista especializado nessa área para que ele possa indicar qual é a melhor opção ou até mesmo apresentar amostras de tratamentos disponíveis, como o clareamento dental a laser.

O que você pode fazer pelo seu pet

Os cuidados com os dentes vão além da visita ao dentista!

Escovar os dentes é essencial também para o seu pet

Escovar os dentes desde filhote é essencial para a saúde bucal do seu animal. 

Mas vale se atentar aos produtos e ao método correto. Para isto, você pode procurar um dentista para que ele indique o melhor produto e a maneira de fazer a escovação correta.

Levá-lo ao dentista

Nem precisa dizer mais nada, não é mesmo?

Se você se preocupa com o bem-estar e a saúde do seu pet, já entendeu que levá-lo ao dentista não é luxo, e sim uma necessidade.

Tratamento dental não é brincadeira, é coisa séria. É preciso examinar e avaliar a parte interna, não adianta limpar apenas o que se está enxergando.

Conteúdo produzido por Ana Laura Ferreira, redatora da Vue Odonto.