Já se perguntou se cachorro doa sangue?

Somos sempre lembrados, pela mídia e por diversas campanhas públicas, da importância da doação, um ato simples que é capaz de salvar vidas. Assim, sabemos da relevância desse hábito para os seres humanos, mas será que cachorro doa sangue?

Continue a leitura e saiba tudo sobre esse assunto tão importante!

Cachorro doa sangue?

É muito comum nos depararmos com campanhas que incentivam a população a doar sangue, uma prática que salva inúmeras vidas. 

Infelizmente, o que muitos não sabem é que não só o ser humano, mas também o cachorro doa sangue! 

E, além de ser uma prática simples, essa ação é de extrema importância para a vida dos nossos amigos caninos.

A doação de sangue pode salvar vidas!

Assim como os seres humanos, animais também podem passar por emergências envolvendo acidentes, como atropelamentos ou cortes profundos, ou então cirurgias de risco e até mesmo picadas de animais peçonhentos.

Esses são todos casos em que uma transfusão pode ser necessária para salvar a vida de um cachorro.

Além de ser uma grande ajuda em situações de emergência, a doação de sangue também pode ser útil em outros contextos, como no tratamento de outros doguinhos que sofram de doenças autoimunes

Os cães, assim como os humanos, apresentam diferentes tipos e grupos sanguíneos. No entanto, em momentos de emergência, é possível realizar a transfusão com um tipo diferente daquele do receptor. 

Dessa forma, tomar a iniciativa de levar seu pet ao veterinário e realizar a doação de sangue é sempre uma atitude positiva para outros animais, independentemente do tipo sanguíneo do seu dog.

Por isso, é muito importante que donos de cães se informem a respeito dessa prática e compartilhem a informação de que, sim, cachorro doa sangue.

Os critérios para a doação de sangue

Assim como ocorre com o procedimento de coleta em humanos, há alguns critérios que devem ser seguidos ao determinar se seu cachorro doa sangue. 

Primeiramente, é feita a recomendação de que você só leve seu cão para fazer a doação se ele não for um animal de temperamento agitado. A coleta é feita com o pet consciente, por isso é preciso que ele permaneça calmo durante o processo.

Outros critérios relacionados ao seu cachorro que devem ser verificados para que a doação seja realizada de forma segura são:

  • ter idade entre 1 e 8 anos,
  • apresentar peso de no mínimo 25 kg,
  • não ter passado por cirurgias nos últimos 30 dias anteriores ao procedimento,
  • não apresentar doenças,
  • não possuir ectoparasitas e ter sido vermifugado,
  • estar com a carteira de vacinação em dia.

Esses cuidados são necessários por duas razões: para evitar riscos à saúde do doador e também para prevenir complicações no organismo do receptor da doação.

Seguindo esses critérios, o procedimento é perfeitamente seguro para ambas as partes. Assim, você e seu.dog podem ajudar a salvar a vida de outros bichinhos!

Agora que você já sabe que cachorro doa sangue, aproveite para se informar ainda mais e leia nosso post sobre com quantos dias se pode separar o filhote da mãe.