Cachorro desmaiando: o que fazer nessas situações?

Apesar de não ser muito falado, perceber um cachorro desmaiando é possível, já que diversos motivos podem estar por trás desse acontecimento.

Provavelmente, você já deve ter visto alguém ou até mesmo já desmaiou em sua vida. Esse pequeno momento pode ser desesperador, já que por alguns segundos a sensação é como se o corpo estivesse desligado.

Como principais sintomas do desmaio, podemos citar a perda momentânea de consciência e perda de movimento de braços e pernas, que são geralmente acompanhados de queda da pessoa ou animal.

Geralmente, momentos antes da síncope, como também é chamada, não é raro sentir visão turva, zumbido no ouvido e extremidades do corpo geladas.

No entanto, como nossos pets demonstram um desmaio a caminho? De fato, quando se trata de animais, torna-se muito mais difícil saber quando isso está prestes a acontecer, já que eles não podem falar.

Pensando nisso, trouxemos tudo que você precisa saber sobre cachorro desmaiando, para ficar atento aos sinais e as causas que podem estar por trás dessa perda momentânea de consciência dos pets. Continue a leitura.

Cachorro desmaiando, o que pode ser?

De fato, encontrar um cão desacordado ou desmaiando não é muito comum, no entanto, diversas causas podem estar por trás desse sintoma preocupante, veja alguns:

Causas ambientais ou externas: calor extremo, coleira muito apertada, inalação de fumaça e ingestão de corpo estranho que dificulte a respiração.

Doenças: desidratação, cardiopatia, hemorragia, doenças neurológicas, queda de taxa de açúcar no sangue, pressão baixa e alterações na respiração.

Raças braquicefálicas: os famosos cães de nariz achatado, como o pug, apresentam também o palato (céu da boca) mais mole e deficiente do que outros cães, o que pode dificultar a respiração do pet dependendo da atividade realizada, causando desmaios.

Perceba que diversos motivos podem desencadear o cachorro desmaiando, portanto, esse fato merece investigação.

O que fazer caso o cão desmaie?

Apesar de ser assustador presenciar seu cachorro desmaiando, o primeiro passo ao detectar esse problema é manter a calma.

Depois, é importante analisar se ele está respirando e se possui batimentos cardíacos. Se o pet estiver sem sinais vitais, tentar fazer uma massagem cardíaca pode ser uma possibilidade, com a intenção de salvar o animal.

Além disso, evite tentar acordar o bichinho com tapinhas ou água fria, o que pode até funcionar, mas não irá resolver a causa da síncope.

O ideal é pegar o animal cuidadosamente, garantindo que as vias respiratórias estejam livres e levá-lo ao veterinário mais próximo para ele ser atendido da melhor forma.

Ao chegar no veterinário, as primeiras coisas a serem feitas serão hidratação através de soro e acesso a oxigênio puro.

Depois disso, pode ser que o veterinário faça exames variados para tentar detectar as causas da perda de consciência.

Entre os principais exames estão o de glicemia, hemograma, radiografia, eletrocardiograma, ecocardiograma e ultrassom, caso veja a necessidade.

Quando procurar um especialista?

Quando o resultado desses exames sair e algum deles determinar algum problema específico, como no coração ou no cérebro, é importante procurar um veterinário especialista, para que possa prosseguir com o tratamento correto.

No entanto, caso a suspeita seja de que seu pet estava com muito calor ou desidratado, é essencial que a atenção com a temperatura do local onde o pet fica e o livre acesso à água fresca sejam prioridades.

Agora que você sabe o que fazer ao ver um cachorro desmaiando, leia também em nosso blog sobre as doenças de cachorro mais comuns e o que fazer para evitá-las.