Bater no cachorro funciona para educar?

A maioria dos pais tem dúvida em relação à educação dos filhos, como por exemplo qual o limite para deixar ele fazer alguma coisa, ou quando impor algumas regras.

Muitos adultos defendem a teoria que um tapinha muitas vezes funciona melhor que qualquer outro método.

Mas, se há algo que precisa-se ter em mente é que existe uma grande diferença entre o respeito imposto e o adquirido.

E para educar o seu cão não é muito diferente.

A educação de maneira correta e carinhosa deve ser sim uma preocupação, pois um cão bem educado vai proporcionar uma relação de prazer e respeito com o seu dono e com toda a família.

Bater no cachorro funciona como método de educação? Se você tem dúvida sobre essa questão, continue lendo nosso post!

O bom senso sempre

Não existe manual algum que oriente pais a como educar seus filhos.

Existem orientações onde sempre prevalece o uso do bom senso.

Com os cães não é diferente.

Não existe um manual pronto que diga o que é certo e errado, mas existem orientações que conduzem ao uso desse bom senso também na hora de educar os cachorros.

E embora parece uma palavra forte para se usar, o termo “punição”, com bom senso e carinho, funciona muito melhor na hora de educar o seu cão.

E essa atitude nos mostra que bater não funciona e não é necessário para educar.

Como educar o seu cachorro sem bater

Assim como as pessoas, os cachorros também aprendem por meio das suas experiências individuais porque são seres que possuem inteligência.

Dessa forma, eles associam as suas ações com as consequências que recebem do meio onde vivem.

E, aqui entra a punição e recompensa.

O seu cão precisa entender que quando ele faz algo errado ele é punido. Do mesmo medo quando faz algo legal será recompensado.E tenha certeza que ele entenderá.

Quando ele compreender que praticando determinada atitude ele será punido por algo que não faz bem a ele e de que não gosta, aí, sim, ele foi educado.

Como funciona a punição?

Como já dissemos acima, punição parece ser algo muito cruel, mas na psicologia ela tem o objetivo de diminuir um comportamento que se segue, mostrando um resultado desfavorável a partir de um comportamento indesejável.

E ela deve ser manifestada por meios lógicos e carinhosos. Evidentemente que você não vai dar um tapa no seu cachorro como meio de punição.

A punição deve educar o seu cão e não fazer com que ele tenha medo de você e por isso falamos repetidas vezes do bom senso.

Como punir corretamente para não traumatizar?

Mais uma vez vamos bater na mesma tecla de que você precisa mostrar ao seu cão que cada vez que ele manifestar um comportamento desfavorável, como o agressivo por exemplo, ele será punido por isso.

Como fazer? Imediatamente após a ação ele precisa receber algo que seja bem desconfortável para ele.

Algumas pessoas usam um pequeno spray com água para parar a atitude do cão. Mas, cuidado, com olhos, orelhas e nariz do seu filhote.

Outros donos têm uma pequena lata com uma ou duas moedas dentro e quando os cães ‘aprontam” eles sacodem as moedas para fazer barulho, o que sabemos que também é muito ruim para os cachorros: os barulhos altos.

Há ainda a opção de segurar o seu cachorro, sem machucá-lo, no chão por alguns segundos.

Sendo eles inteligentes, eles farão associações e compreenderão que ao repetir o ato, eles terão a punição e deixarão de praticar.

Bater não funciona

Educar o seu cão é o melhor meio para uma convivência amigável.

Broncas, castigos e atitudes radicais como bater não educam e sim, amedrontam e traumatizam o seu animal.

Mas, não esqueça que se quando o seu cão faz algo indesejável e ruim é punido, ele também precisa ser recompensado por suas boas atitudes.

Se você gostou do nosso post, convidamos você a compreender melhor o seu cão, lendo também: meu cachorro entende o que eu falo?