Como funciona tinta para pelo de cachorro?

Embora seja comum ver dogs coloridos, o uso da tinta para pelo de cachorro ainda gera dúvidas e polêmicas entre pessoas e tutores.

Muita gente apoia e curte o tingimento de pelos, usando produtos atóxicos e recomendados por veterinários. 

Nos Estados Unidos, por exemplo, são comuns festivais com cães tingidos. 

Mas, alguns profissionais e protetores de animais não apoiam a prática por acreditarem que o uso da tinta pode causar reações alérgicas e consequências ao cachorro, como o caso de Diffy, um lulu-da-pomerânia, que perdeu sua orelha após a tintura. 

Por isso, se você tem interesse em usar tinta para pelo de cachorro é preciso ter todas as informações possíveis, assim como consultar um veterinário de confiança. Continue lendo nosso post e saiba mais sobre como ela funciona e quais cuidados é preciso tomar! 

Como funciona tinta para pelo de cachorro?

O processo de aplicação de tinta para pelo de cachorro é muito parecido com o método de tingir cabelos.

No entanto, jamais deve-se usar coloração de gente em animais!

O primeiro passo para tingir seu amigo é tirar os nós do pelo e lavá-lo. 

Com ele ainda úmido, se faz a aplicação do produto, mantendo a distância de 1 cm da raiz. 

Depois de espalhado deve-se esperar 20 minutos para agir. 

Algumas tintas não exigem enxágue, outras sim. 

As regiões dos olhos e focinho não devem receber a tintura. 

As tinturas devem ser desenvolvidas especialmente para cães. Em sua maioria, são hipoalergênicas e vão perdendo a intensidade durante os banhos periódicos do cachorro. 

É importante frisar que o ideal é que todo o processo seja realizado por um profissional e é necessário fazer um teste de sensibilidade antes de usar a tinta para pelo de cachorro. 

Cuidados ao escolher tinta para pelo de cachorro

O mercado disponibiliza diferentes versões de tinturas para pets que não agridem e não causam reações ao animal. 

No entanto, mesmo com essas precauções, algumas podem apresentar reações e irritações na pele, além de deixar os pelos muitos secos, por isso, é preciso cuidar a respeito de qual marca você vai escolher.

De qualquer forma, independentemente se você vai utilizar os serviços de um profissional ou optar por usar a tinta para pelo de cachorro em casa, você deve consultar o veterinário antes para evitar riscos.

Dicas para a pintura 

No Brasil, várias pet shops já estão oferecendo o serviço de coloração de pelos, utilizando tintas ou xampus tonalizantes próprios para cães.

A cor sai dos pelos em alguns banhos.

Antes de usar a tinta pense no comportamento do seu cãozinho! Por exemplo, se seu cachorro é agitado para tomar banho, será que ele se sentirá bem e confortável passando por todo o processo de tintura?!

Por mais que possa parecer divertido dar um colorido ao seu animal, a saúde e o conforto do cachorro devem ser sempre levados em consideração.

Pense também que a tintura é algo que dará satisfação para você e não fará o seu cão mais feliz.

Por isso, pense muito bem antes de pintar seu cachorro, se fará bem ou não para ele e se é o que você realmente quer.

Agora que você conheceu um pouco mais sobre a tinta para pelo de cachorro que tal se inscrever no nosso blog para receber mais informações úteis para você compreender melhor o seu amigo?!