COVID-19: quais os cuidados com seu pet?

Ainda existe muito a ser descoberto sobre a COVID- 19, doença causada pelo Coronavírus.

Há algumas semanas foi publicado o caso de um pomerano de 17 anos que apresentou positividade em um teste do Coronavírus em Hong Kong, na China. 

Recentemente um pastor alemão também foi testado e o resultado foi positivo. 

Essa informação deixou muito tutor preocupado com a possível contaminação de gente para o bicho e também no sentido contrário. 

Essa informação, lamentavelmente, fez com que muitos donos abandonassem seus animais por medo da contaminação, o que é abominável.

Afinal, cachorro pode pegar Coronavírus correndo o risco de desencadear a COVID- 19? Continue lendo nosso post e saiba mais sobre o assunto!

Os pets podem pegar o COVID-19? 

De acordo com Organização Mundial de Saúde e a Associação Mundial de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais, até o momento não há evidências de que cães e gatos possam ser infectados e transmitam a COVID- 19.

Segundo profissionais do Departamento de Agricultura, Pesca e Conservação da cidade de Hong Kong foram realizados vários testes no cão supostamente infectado e todos acusaram que ele estava com um baixo índice de infecção. 

A dona desse cachorro estava com Coronavírus e especialistas acreditam que a morte do cão possa ter sido causada em virtude do estresse e da ansiedade da separação por causa do isolamento. 

No entanto, os pets também precisam ser cuidados porque eles são vulneráveis a outros tipos de Coronavírus.

O Coronavírus canino

A família dos Coronavírus é bem grande, o causador da COVID- 19 é o Sars-Cov-2.

Reforçamos que, de acordo com a OMS e outros órgãos de saúde, não existem evidências de que nossos pets possam ser contaminados ou transmitir o Coronavírus que causa a COVID-19.

No entanto, existe outro Coronavírus que é bem conhecido pelos veterinários, que é o CCov.

Ele é conhecido como Coronavírus Canino e, quando infectado, o cachorro apresenta inflamação intestinal, vindo a desencadear a Coronavirose, doença altamente contagiosa. 

O vírus pode ficar incubado entre 24 e 36 horas e é transmitido para outros animais via oral ou por meio das fezes.

Para combatê-lo existe uma vacina, que geralmente é múltipla.

Por isso, é fundamental manter a caderneta de vacinação do seu cachorro sempre em dia. As vacinas para prevenção do Coronavírus canino são as V8, V10, V11 e V12. 

Quais são os cuidados com os pets durante a quarentena? 

A quarentena em virtude da COVID- 19 afeta também o seu cachorro e nesse sentido é preciso tomar cuidado para que a saúde dele não seja prejudicada.

Claro que se você e sua família estão de quarentena obrigatória não devem sair de casa e obviamente fica complicado levar o seu dog para passear

No entanto, sempre que possível deixe seu pet ir rapidamente à rua para um passeio, nem que seja na frente da sua casa, muitos deles só fazem suas necessidades durante esse período. 

Ao voltar para casa, os mesmos cuidados que você tem com a sua higiene deve proceder no seu cão. 

Você precisa retirar o calçado e lavar as mãos com água e sabão até os cotovelos e seu cachorro deve ter as patinhas higienizadas. Não deixe de limpar também o focinho deles, já que os mesmos vivem farejando tudo. 

Se não existe a possibilidade de levá-lo para passear, brinque com ele para que o mesmo gaste energia e se acalme e faça um enriquecimento de ambiente pensando nele.

Você pode inventar brincadeiras com o que tem em casa, como, por exemplo, colocar ração em uma garrafa pet para que ele tente tirar.

Outra dica bem legal é o pula-pula. Você pega um brinquedo que ele gosta muito e segura a uma altura que ele só consiga pegar se pular. Você pode ir aumentando a distância 

gradativamente. 

Outra boa opção é usar brinquedos interativos que estimulem no seu pet os movimentos. 

Agora que você conferiu quais são os cuidados com o seu pet durante o período da COVID-19, que tal compartilhar esse post com os amigos para que eles também fiquem sabendo?!