Cachorro brabo: por que acontece e como acalmá-lo?

A maioria de nós já passou por algum local e se deparou com a tradicional placa informando que lá existe um cachorro brabo.

Embora para alguns essa característica possa ser positiva, na maioria das vezes é sinal de problemas.

Recentemente as mídias anunciaram a triste história das irmãs gêmeas com apenas 26 dias que foram mortas pelo cão de estimação da família. 

É importante frisar que os animais usam da agressividade como forma de proteção, no entanto, ela deve ser motivo de preocupação quando apresenta descontrole por parte do cão. 

Quando isso acontece fica difícil o contato e a convivência com o dog porque começam a surgir mordidas e outros comportamentos violentos. 

Será que tem como acalmar um cachorro brabo? Continue lendo o nosso post e descubra!

Por que meu cachorro é brabo?

São vários os motivos que levam um cão a ficar brabo e um deles é a herança genética.

Muitas pessoas acreditam que a raça e a linhagem sejam fatores determinantes para caracterizar a doçura ou a agressividade de um animal. 

No entanto, essa crença precisa ser repensada. Claro que pela natureza existem raças que são mais agressivas que outras. 

Mas, existem muitos casos em que um Salsicha, considerado o cão mais perigoso do mundo, é mais dócil que um Beagle, por exemplo.

O comportamento do cachorro brabo pode ser originado por vários motivos. 

Entre eles:

  • a gestação foi estressante,
  • não teve boas experiências de socialização,
  • o animal sofreu agressão,
  • ele se sente ameaçado,
  • medo,
  • proteção de território, 
  • está com dores.

O que pouca gente sabe é que o meio também influencia um cachorro brabo. Se ele vive em um lugar em que é vítima de violência, ele poderá tornar-se mais agressivo.

Da mesma forma que um ambiente e um tratamento carinhoso vai ajudá-lo a ser dócil.

O que fazer com cachorro brabo?

Talvez o primeiro passo seja identificar quais são as situações que deixam o seu cachorro brabo. 

Descobrindo isso o ideal seria evitá-las para não estimular a agressividade nele. 

Outro ponto importante é que você não deve deixar passar em branco os comportamentos ferozes do animal. 

É preciso chamar a atenção para educá-lo.

Não bata!

Lembre-se que o meio ajuda na construção do comportamento do seu pet. 

Bater no animal ou usar de métodos punitivos violentos não ajudará a educá-lo. Isso só vai fazer ele ficar com medo do dono, podendo se tornar mais agressivo ainda. 

Use reforços positivos 

Seu animal aprende por associações muito mais do que por palavras. 

Uma das vertentes mais eficientes para educar um dog é usar o reforço positivo que é quando a gente consegue estimular o bichinho a fazer um comando que considera bom.

Por exemplo, você pode usar um petisco, uma guloseima ou um brinquedo para ensiná-lo a ter atitudes calmas e dóceis. Ele ganha o prêmio depois de completar a boa ação. 

Invista em adestramento

Se você perceber que não está conseguindo mudar os hábitos do cão brabo, procure um adestrador, pois uma de suas funções é o de educar o animal corrigindo hábitos agressivos no comportamento dele.

O bom é que você também aprende outros métodos para facilitar a convivência com o seu pet.

Agora que você sabe como acalmar um cachorro brabo, que tal continuar em nosso blog e aprender como funciona o adestramento de cães?