Por que adotar um cachorro vira-lata?

Muitas pessoas deixam de adotar um cachorro vira-lata porque ele não tem uma raça definida e por pensarem que pode apresentar problemas de comportamento.

No entanto, a verdade é que eles se tornam grandes e amorosos companheiros.

Prova disso é a Estopinha, a vira-lata mais amada e famosa do Brasil que está com quase três milhões de seguidores no Facebook e tem um livro contando sua história.

Achou pouco? Em breve ela estará também nos cinemas!

Estopinha foi abandonada pela família, adotada e devolvida duas vezes até que os caminhos dela e de Alexandre Rossi, especialista em comportamento animal, se cruzaram.

Em pouco tempo ela ganhou fama por auxiliar o tutor nos seus programas de televisão e eventos. 

A página de Estopinha no Facebook incentiva e apoia adoção de cães de rua e colabora com ONGs que abrigam esses animais.

Você também pode adotar um, continue lendo e veja por que!

Por que é melhor adotar um cachorro vira-lata?

Um pet faz toda a diferença na nossa vida e quando adotado esse sentimento é muito melhor. 

Adotar sempre será um ato de amor, mas, quando ele é um cachorro vira-lata, é um gesto muito mais especial para você e para ele.

Afinal, na maioria das vezes, o dog de rua que não tem raça é rejeitado e, até mesmo, abandonado por ser sem raça definida (SRD).

É por isso que existem milhões deles em abrigos esperando um tutor. 

Além do gesto de amor, o cão de rua possui qualidades e diferenciais que muitas vezes não são conhecidas e uma delas é exatamente o fato dele ser SRD.

Essa condição faz dele um ser único e exclusivo

Mas, existem outras peculiaridades que fazem com que escolher um cachorro vira-lata para adoção seja a melhor opção. 

São elas: 

São amorosos

Geralmente eles são mais carentes que os de raça e, ao mesmo tempo, super carinhosos. 

Quando se sentem seguros e amados pelos seus tutores, demonstram em dose dupla todo o afeto que recebem e a gratidão que sentem. 

O filme Benji mostra muito bem essa relação de amor e confiança entre o tutor e o cachorro vira-lata adotado pela família.

Tem energia de sobra e adoram brincar

Outra característica do SRD é que ele é cheio de energia. 

Aceitam e curtem todo o passeio felizes da vida.

Toda hora é momento para pular, brincar e entrar em movimento, principalmente com o dono. 

Para os que ficam dentro de casa, brinquedos, como as bolinhas, cordas e outros que os levam se movimentar, sempre são bem-vindos. 

Tendem a ser mais saudáveis

É interessante que muitas pessoas preferem cachorros de raça na hora de adotar por pensarem que, em virtude da genética, esses são mais saudáveis.

A realidade é contrária. 

Pela mistura de genes os vira-latas são mais saudáveis e dificilmente apresentam as doenças comuns entre os cachorros de raças como a displasia, por exemplo, que afeta o Pastor Alemão, bem como os problemas de audição comum nos Dálmatas.

Uma pesquisa inédita realizada pelo Instituto Qualibest mostra que 80% dos vira-latas não apresentam nenhum problema de saúde.

A título de curiosidade, a pesquisa entrevistou 7.084 de todo o país e revelou que em 41% desses lares há um SRD.

Vivem mais

Algumas raças de cachorro menores têm uma expectativa de vida maior que o SRD, mas, de forma geral, esses nossos amigos vivem mais que as demais. 

Na maioria das vezes, o vira-lata comum vive entre 10 e 13 anos.

Agora que você sabe quais são as delícias de adotar um cachorro vira-lata, que tal seguir o seu.dog no Instagram para mais dicas?